sexta-feira, 25 de março de 2011

PARA A MINHA PRIMOGÊNITA

    Como sempre lembrando as minhas queridas filhas, não poderia deixar de escrever algo para a minha primeira filha, minha querida VERÔNICA, sangue do meu sangue, parte de mim, que sempre me deu alegria e cuidados, pois luta muito pelo bem-estar de sua família, nesse trabalho, enfrentando essa estrada, junto com tantos batalhadores como ela. E dediquei para ela essa poesia, que intitulei:

                  QUINZE DE DEZEMBRO

Nesta data VERÔNICA faz aniversário,
As dezoito horas e vinte minutos ela nasceu,
A minha primeira filha, a primogênita,
Presente que o SENHOR preparou e me deu.

Muitos pensavam que eu não saberia,
Tomar conta de um  bebê ,e amamentá-lo,
Mais vejam só, criei e amamentei,
E DEUS ainda me deu mais seis.

DEUS na sua infinita misericórdia,
Tem suprido as nossas necessidades,
O que eu mais quero, e peço a DEUS
É que o aceitem, para que tenham mais felicidade.

Felicidade de servir ao Deus Todo-poderoso,
Felicidade de passar a obedecê-lo,
Felicidade dessa grande salvação,
Amigos de Jesus, e do ceu ser co-herdeiros.

Não imaginam o que Deus nos preparou,
Uma mansão de ouro e cristal,
Cantar com os anjos e arcanjos,
Lá na gloria, num grande e lindo coral!

Hosana, Hosana nas alturas,
Com anjos e arcanjos iremos cantar,
Santo, Santo, Santo, é o SENHOR...
E a GLÓRIA do SENHOR a ILUMINAR.

4 comentários:

  1. Linda poesia, vovó, que orgulho!

    ResponderExcluir
  2. Os filhos são bênçãos de Deus!!!

    ResponderExcluir
  3. Aplausos , QUE MARAVILHA POÉTICA
    .Luc@s

    ResponderExcluir