quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Dalvinha ou Maria Dalva

  A menina que ajudou  criar a todos os irmãos, ou seja, a maioria dos irmãos.
  A menina aluna, exemplo na Escola Estadual "Jacumaúma".
  A colega de sala de aula, aproveitando a hora do recreio para as brincadeiras de labotica e bandeirinha.
  A adolescente que deu bom exemplo a toda sua turma.
  A jovem professora, responsável pelo seu trabalho, fazendo tudo com muito carinho e zelo.
  A jovem que se apaixonou por um rapaz experiente, bonito, charmoso e muito disputado, que não pensava em casar , mais ela perseverou na esperança de conseguir faze-lo feliz, e também ser feliz ao seu lado. Mesmo assim, com esse rapaz experiente e charmoso, ela conseguiu esperar o grande momento de realizar o maior sonho de sua vida; casar-se.
  Casou e construiu uma linda família.
  Soube ser: filha, irmã, tia, esposa, mãe e avó, conseguindo o melhor na vida do ser humano;
 "O AMOR DE TODOS"
  Dalvinha, minha colega de sala de aula, pois estudamos juntas, na saudosa E. Estadual "Jacumaúma", e ainda trabalhamos muitos anos na mesma escola, até os dias da minha aposentadoria.
  Não pude estar aqui na solenidade do seu sepultamento, porque as condições de saúde não me permitiram chegar, como também hoje, dia da celebração da missa em sua homenagem, também não me é possível, venho apenas através desta simples escrita, falar um pouco da professora, e da colega de trabalho:

  " MARIA DALVA CHACON PESSOA "

 Que partiu deixando um vazio que ninguém poderá preencher.
 A saudade infinda, a lembrança constante, que só o Criador de tudo e de todos poderá confortar cada coração partido e sofrido, pela perda  desta grande mulher!!!

   Sua colega de turma e de trabalho, Marluce Aires.
 

3 comentários:

  1. A vida é assim, nascemos, crescemos, nos , reproduzimos e morremos. É a lei da vida...O melhor desta vida é vivermos em paz com todos!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marluce!
    Linda a história da Dalvinha. E linda também a homenagem você lhes prestou!

    De todos os Poetas do Tietê, um feliz natal a você e toda a sua família!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado poetas. Vocês são verdadeiro poetas!

      Excluir