segunda-feira, 10 de abril de 2017

MEU PEQUENO PASSARINHO

SAUDADES DO MEU PEQUENO SIBITINHO

DE OUVIR O SEU CANTAR,

SALTITANDO NA GAIOLA, PARA LÁ E PARA CÁ.


NAQUELE PEQUENO ESPAÇO,

DANDO VOLTAS SEM PARAR,

DANDO MUITAS  CAMBALHOTAS E EU A LHE ADMIRAR.


O SEU CANTO ERA TÃO LINDO,

AS VEZES TINHA UM DOBRADO,

ELE ERA UM MENINO PASSARINHO

POR TODOS ADMIRADO.


A PORTA FICOU ABERTA, PRA COLOCAR A COMIDA,

APROVEITOU O ENSEJO E DEU UM GIRO NA VIDA


MAIS TARDE ELE VOLTOU, EU FIQUEI ADMIRADA

COMO ELE ACERTOU VOLTAR,  PRA  SUA VELHA MORADA?


MAIS NUM OUTRO DIA QUALQUER

ELE SE APROVEITOU, DEU UM VOO TÃO RASANTE

E AQUI NÃO MAIS VOLTOU


E EU FIQUEI COM SAUDADES, DO MENINO PASSARINHO,

QUE SEMPRE ME ALEGRAVA AO OUVIR O SEU CANTAR

SALTITANDO NA GAIOLA PARA LÁ E PARA CÁ.



10. 04.2P17-  MARLUCE AIRES.




Nenhum comentário:

Postar um comentário